Cena Rio

[Ipanema – Phill4]

.

CENA RIO
(Rita Costa & André L. Soares)
.
Vi inícios de canções
de luz e Melodia
ao Tom de Ipanema…
cor ali nas graciosas
esquinas rumo ao sol.
Samba, bossa nova,
em dias de verão,
o Rio é sempre bom.
Maravilhosa cidade,
aquarela de temas
a tingir de nostalgia
as pedras do arpoador.

Ao final da tarde
Chico encanta o mar
– paisagem, vida e som –,
veja que flor bela,
tal Leila Diniz…
vozes de Copacabana,
– em letras de Assis –,
lapela e Cartola,…
buquês de Noel Rosa,
nas cores da poesia
de Drummond.
.
.

Copacabana, Pura Poesia

[Foto: Rita Costa].

.

COPACABANA, PURA POESIA
(Rita Costa)

E lá vem ele exuberante,…
mais um dia de sol quente,
nem precisa ser verão.
Chegam de todos os lados,
moradores ou não,
rede cheia, corpos morenos.
De um lado para o outro,
isopor na mão,
cadeiras coloridas.
Na areia, meninas:
a recatada e a perdida,
ninguém sabe,
ninguém liga,
nem importa se é ou não!
O joguinho de cartas,
o papo descontraído,
cerveja gelada,
nunca é dia perdido.
Entre os prédios a benção divina;
de braços abertos ele ilumina,
diversidade de cores e de sabores,
flertes, olhares,… amores.
Na beira, a observar
contornos a caminhar,
sobe a fumaça pelo ar.
Crianças correm para a espuma,
mães neuróticas a gritar,
o dia rola,…
termina.
Ai que dia!
Copacabana, pura poesia.
– Aí valeu! E amanhã, você vai vir?
– Claro que sim!
– Volto para curtir,…
onde o mundo vem se divertir.
.
.

Mulher Carioca

[Foto: Paula Maíra]

MULHER CARIOCA
(André L. Soares)
.
Soltou cabelos ao vento, em Copacabana,…
vestida de verão, nas cores de Ipanema;
sorveu raios de sol, pela pele morena,…
brilhando no calçadão, por toda semana.

Faiscando juventude, olhos soltando chamas,
pernas lindas, coxas grossas, na saia pequena,…
a voz suave da ainda menina, quase ingênua,
entoava belos sonhos de glamour e fama.

Quem sabe algum poeta lhe cantasse a beleza;
pensando nisso, olha pro Redentor e reza,
ajusta a roupa e o passo, acerta o rebolado.

Sensual, displicente, parece até que é sábado!
Com um sorriso que afirma que a vida é bela,
vai deslumbrando a todos que passam por ela.
.
.

Predestinado

[Foto: Kaj Bujurman]

PREDESTINADO
(André L. Soares)
.
Deus é brasileiro,
nordestino-carioca
e pede esmola,…
ele mora na favela
e ri de mim
todos os dias no sinal.
.
Aos domingos
Deus sente preguiça
de ir à missa
e vai à praia
pegar onda, jogar bola;…
na semana mata aula,
porque Deus já sabe tudo,…
tudo tim-tim-por-tim-tim!
.
Deus é brasileiro
cheio de boa vontade,…
mas também sonha toda tarde
com o Céu.
De segunda à sexta
pega o trem,
vai de pingente,
reza em silêncio
e diz ‘amém’ pra não cair.
.
Deus trabalha na oficina,
apertando parafuso,
onde não pode criar
seus universos.
À noite a ‘milícia’ o coloca
contra o muro,
acusando-o de matar uma menina,…
com medo, confuso, perdido,
inibido, torturado,
sem um santo que o proteja
e abandonado pelo pai,…
caem por terra os sonhos
de João de Deus,
que, mesmo sem ter culpa,
vai conhecer o inferno
após ser traído
no banco dos réus.
.
.